Como fazer campanhas digitais em datas comemorativas

Como fazer campanhas digitais em datas comemorativas

Marketing Digital
27/08/2019

Atualmente somos bombardeados por inúmeras campanhas digitais. Ainda mais quando nos aproximamos de datas comemorativas.

Algumas datas geram mais campanhas digitais do que outras, como Natal, Reveillon e Páscoa, por exemplo, já que são datas mais abrangentes.

Mesmo assim, em outros momentos, é comum vermos empresas se utilizando de um calendário sazonal para tentar ampliar as vendas. 

Porém, é preciso ter muito cuidado ao pensar em campanhas digitais para datas comemorativas. Faz sentido eu anunciar nessa data? Isso tem alguma ligação com meu público-alvo? Tem alguma ligação com a minha empresa?

Se a resposta para essas perguntas for NÃO, pode parar tudo e partir para a próxima ideia. Mas, se a resposta for SIM, vá com calma, ainda temos alguns passos antes de sair criando campanhas digitais para datas comemorativas.

Campanhas digitais influenciando o mercado

O digital vem influenciando o mercado e transformando diversos setores através do e-commerce e das redes sociais. 

Falamos um pouco sobre isso neste post na nossa fanpage, em que 54% dos usuários de internet utilizam as mídias sociais para pesquisar produtos antes de comprar.

Segundo o portal E-commerce Brasil, as principais datas comemorativas no Brasil são Natal, Dia das Mães, Dia das Crianças e Dia dos Namorados. Mas existem outras datas que podem receber campanhas digitais exclusivas. Tudo depende do seu nicho de mercado.

O varejo digital já é uma realidade do mercado há tempos, mas os números continuam impressionando. O relatório NeoTrust, desenvolvido pelo E-commerce Brasil, junto com a Compre&Confie, apurou que em torno de 19,7 milhões de brasileiros fizeram ao menos uma compra digital no primeiro semestre de 2019.

Isso mostra a força do ambiente digital e, ao mesmo tempo, a necessidade de aproveitar e profissionalizar as suas campanhas digitais, em datas comemorativas ou não.

Como criar um calendário?

As datas comemorativas mais usadas no Brasil já estão muito bem definidas. Mas como já falamos antes, não é porque elas existem que você precisa criar campanhas digitais para todas elas.

Pense e utilize apenas as datas que fazem sentido para a sua empresa e para o seu público-alvo. Algumas empresas fazem publicações para todas as datas que existem, transformando suas redes sociais em um calendário que não interessa para ninguém. Você não quer isso, não é?!

Planeje com antecedência todas as campanhas digitais que você vai fazer e pense bem quais datas vai utilizar. Isso ajudará a ficar ligado no mercado e nas tendências que podem surgir de um dia para o outro.

Pense em âmbito nacional, estadual e municipal e também pense em datas que podem ser importantes para um determinado nicho do seu público, mas sempre com cautela. 

Muitas empresas estão buscando datas clássicas em outros países, como o Valentine’s Day (Dia dos Namorados nos EUA) e o Dia de Ação de Graças, para tentar criar uma nova data no calendário, assim como aconteceu com a Black Friday, que foi trazida para o Brasil e hoje é uma das principais datas para o varejo.

Essa estratégia é mais complicada, mas nada impede de criar uma data específica, como o aniversário do seu negócio. 

Foco nas pessoas

Aqui na Gatilho, já falamos várias vezes que a comunicação no ambiente digital deve ser feita por pessoas para pessoas.

Trabalhamos com a ideia do digital que faz sentido. Para isso, vamos além do post, afinal, as pessoas usam a internet para ter conteúdo de qualidade.

Quando você for pensar nas suas campanhas digitais, entregue valor agregado na sua comunicação, não somente promoção e preço.

Utilize o foco das datas comemorativas para entregar algo que seja relevante para o seu público. Algo que transmita o propósito e a essência da sua empresa.

Leve sempre em consideração a sua brand persona. Ela deve guiar o tom das suas publicações nas redes sociais e nas suas campanhas como um todo.

Conheça ao máximo o seu público-alvo. Conhecer as pessoas que compram e se conectam com a sua marca é o primeiro passo para ter sucesso. O consumidor digital quer ter contato com empresas que fazem parte do dia delas, veem as empresas quase como uma amiga.

Descubra os nichos específicos que você pode utilizar para acessar o seu público e não force a barra na hora de comunicar. Qualidade é melhor que quantidade.

Outro ponto importante que temos que ressaltar ao falar de público-alvo e de não forçar a barra, é o uso do humor. Não é porque estamos falando de campanhas digitais e redes sociais que você precisa tentar ser engraçado; às vezes, uma tentativa de piada mal feita, ou fora de hora, pode ser um grande tiro no pé.

Comunique-se de forma natural e que reflita a sua brand persona. Fora isso, pode parecer que você está querendo apenas chamar a atenção.

diagnostico-maturidade-digital-gatilho

Não pense somente em vender algo

Como já mencionado, as pessoas usam cada vez mais a internet para pesquisar produtos e comprar. Mas elas não querem ficar apenas recebendo anúncios.

Use as datas comemorativas para criar um conteúdo baseado em estratégias de relacionamento. Assim, a pessoa que se relacionar com você vai se lembrar da sua empresa na hora de fazer uma compra.

Fazer anúncios com produto e preço pode até gerar algumas vendas. Mas provavelmente, não vai gerar um relacionamento contínuo e leal, como acontece quando você consegue se relacionar com as pessoas do seu público.

Mantenha um equilíbrio entre publicações comerciais e campanhas mercadológicas. Assim, a tendência do seu público se engajar com sua empresa é muito maior.

Ofereça conteúdos ricos e relevantes, para além das promoções. Dessa forma, além de melhorar o relacionamento com o público, você pode conseguir o contato das pessoas para futuros contatos mais aprofundados.

Lembre-se que no digital as informações pessoais do seu público podem ser muito importantes. Em alguns casos, vale mais a pena conseguir nomes e endereços de e-mails do que gerar uma ou outra venda.

Se você já tem os contatos das pessoas, pode pensar em campanhas de upsell. Que nada mais é do que vender mais ou voltar a vender para quem já comprou uma vez de você. É muito mais fácil, e menos custoso, vender para quem já te conhece do que para quem nunca teve contato com a sua empresa.

Para isso, você pode pensar em uma campanha de e-mail marketing, que é muito mais assertiva do que anúncios.

Além de a comunicação ser mais direta, você pode segmentar melhor as campanhas, indicando produtos e serviços com base no histórico de compra de cada pessoa.

Monitore tudo o tempo todo

Um dos grandes diferenciais do marketing digital para o tradicional é a possibilidade de mensurar todas as suas campanhas e ações criadas.

Use a inteligência do mercado digital e das ferramentas atuais para melhorar os seus resultados. Para isso, você precisa saber definir os números que precisam ser alcançados. Além disso, crie e acompanhe as métricas de cada uma das suas campanhas digitais.

Tenha claro qual é o objetivo de cada ação. Defina números que precisam ser atingidos, isso vai te dar um alvo claro e facilitar o seu trabalho.

Faça o monitoramento diário de cada um dos seus esforços de comunicação em cada campanha criada. Isso pode ser o diferencial entre você ter sucesso ou apenas jogar dinheiro fora.

Acompanhar diariamente cada ação das campanhas digitais faz com que você seja muito mais assertivo e entenda o que o seu público busca e com o que ele se engaja.

Essa não uma atividade das mais fáceis, mas é de extrema importância, por isso, conte com profissionais para esse trabalho. Conte com a gente para desenvolver todos os passos da sua empresa no ambiente digital. Clique aqui e acione a Gatilho.

Mauricy Pace

Graduado em Publicidade e Propaganda, com especialização em Branding e Mestre em Educação. Professor universitário, analista digital e curioso nas horas vagas.

Voltar aos posts

como está seu negócio no ambiente digital?

teste agora